O QUE FAZER COM ESTE U


A Câmara Municipal de Lisboa retirou um parque que havia instalado mesmo em frente a uma loja de bicicletas perto da Praça do Município e no seu lugar pintou um para, imagine-se… motos!

Antes existia um estacionamento de bicicletas em U como outros que foram instalados em diferentes pontos da cidade. Agora há uma caixa pintada de amarelo, delimitada por pinos para uso exclusivo dos motociclos. Ao lado foi reservado um espaço para as máquinas sem motor, mas já sem direito a UU o que faz com que esteja sempre ocupado pelas vizinhas mais fortes.

Em conversa informal com um elemento da gestão do trânsito lisboeta, fiquei a saber que houve necessidade de encontrar espaço para as motos, que o parque de bicicletas não era usado e que outras lojas em Lisboa pediram para que lhes fosse montado uma parque à porta também.

Em vez de se encontrar um lugar para as motos no estacionamento para carros, até porque há um parque subterrâneo mesmo ali ao lado, ou elaborar um plano que disponibilizasse bike-racks onde isso fosse possível e se justificasse, em vez de privilegiar a inovação e o propalado investimento na bicicleta, a prática é demonstrativa do longo caminho que ainda têm de percorrer certas mentalidades.

Infelizmente a loja não vende motos, porque já lá entraram interessados cidadãos nesse ramo de actividade. Desculpem os mais sensíveis porque apesar deste blog tentar, até à exaustão, manter-se longe de interesses comerciais não publicitando produtos, marcas e lojas, neste caso a notícia fala mais alto.

Já agora, e para dar uma ideia de como podem as coisas ser diferentes, em Manhatan, por ideia do David Byrne, foi lançado um concurso para bike-racks. David ficou tão entusiasmado com a ideia que desenhou umas quantas, mas como não podia concorrer, as suas foram feitas extra concurso e montadas nos lugares que serviram de inspiração à sua concepção. Segue o vídeo feito pelo The Wall Street Journal online.

Anúncios

3 Respostas to “O QUE FAZER COM ESTE U”

  1. Isabel Mendonça Says:

    Se o David Byrne andasse por Lisboa quem ia de bicla todos os dias e até buscar as crianças à escola, carregando uma atrás e outra à frente, passando em caminho pelas compras, era eu!!!

  2. vou fazer uma cena destas e ver qunto tempo aguenta ate tirarem !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: